Empresas do têxtil marcham em força para Londres

Empresas do têxtil marcham em força para Londres

3456 2304 TEXTILOBO

Mais de 50 empresas portuguesas vão participar nas quatro feiras têxteis que vão decorrer no Reino Unido nos meses de Junho e Julho, batendo assim um recorde de presenças de marcas portuguesas naqueles certames.

Esta presença em massa, que poderá ser alargada ainda a outras empresas, é a prova que a saída do Reino Unido (UK) da União Europeia (UE) está a espicaçar o engenho dos têxteis portugueses, que dão assim um sinal claro de não estarem preocupados com o Brexit (pelo menos ainda) e, pelo contrário, continuam a apostar naquele importante mercado para ITV portuguesa, tanto aqueles que trabalham em regime de private label, como os que dispõem de marcas próprias.

Manuel Serrão, administrador executivo da Associação Selectiva Moda, salienta sobretudo três aspectos: “O número de feiras internacionais no Reino Unido tem aumentado; as empresas portuguesas têm aumentado a sua representação nessas feiras; e a procura do lado inglês não tem abrandado”. Em resumo, “independentemente de poder haver incertezas sobre o futuro por causa do Brexit, as empresas e marcas portuguesas continuam a apostar na Inglaterra e os compradores ingleses continuam a comprar as nossas marcas e a apostar na produção (private label) em Portugal”.

in Jornal-T

EnglishFrançaisDeutschPortuguêsEspañol