TEXTILOBO

the textile company

Paulo Melo explica milagre da ressurreição da ITV portuguesa

960 566 TEXTILOBO

O milagre da ressurreição da nossa indústria têxtil e de vestuário –  que tal como a Fénix renasceu das cinzas após uma descida aos infernos que custou a vida de milhares de empresas e cerca de 100 mil postos de trabalho – é explicado por Paulo Melo num ensaio publicado na 4ª edição da Bow, a revista internacional da AEP. Após passar em revista os últimos 20 anos, em que o setor passou por tudo, desde um pico de exportações, volume de negócio e emprego, até bater no fundo, em 2009, o presidente da ATP conta como é que a ITV, nos últimos sete anos, “encetou uma trajetória imparável de recuperação, reestruturando-se, reinventando-se” e “revertendo por completo o ciclo recessivo que a afetou, tornando-se um case study internacional de sucesso, que diversos países desejam emular para as suas próprias indústrias”. “De 2008 a 2016, passou-se de 65% do volume de negócios exportados para 79%, uma…

ler mais

YINMN, o novo tom de azul descoberto recentemente por cientistas por acidente

1024 681 TEXTILOBO

Por aqui você fica sabendo várias curiosidades sobre a cor azul. É a favorita de 45% das pessoas do mundo e possui 111 tons diferentes nomeados. Isso até o momento. Recentemente, cientistas da Universidade do Oregon, nos Estados Unidos, descobriram por acidente uma nova tonalidade, mais intensa e muito brilhante. Chamada de YInMn, a cor é tão durável, segura e atóxica e seus compostos são tão estáveis – que mesmo em contato com óleo e água – ela não desbota. Tudo começou em 2009, quando o professor Mas Subramaniun do Departamento de Química da Universidade Estadual do Oregon fazia experiências com materiais eletrônicos. Sem querer ele obteve um pigmento vibrante de azul formado pelo aquecimento de óxido de manganês, índio e ítrio em um forno a mais de 1.200 graus Celsius. A intenção de Subramaniun e seu grupo de pesquisa não era criar um novo pigmento, mas sim, novos materiais para aplicações em eletrônica em estado sólido. O…

ler mais

Quimono, peça tendência essencial neste Verão

1000 562 TEXTILOBO

O Quimono é uma peça essencial para completar qualquer visual este Verão. Bastante versátil pode ser coordenado com várias peças e em várias ocasiões, desde trabalho a lazer. Por este motivo, esta semana deixamos algumas propostas de visuais, assim como algumas sugestões. Com calças de ganga Umas das possibilidades mais descontraídas e a mais usual. Uma excelente opção para um visual de inspiração boémia. Com calções Combinar o quimono com uns calções é uma opção para os dias de maior calor. O comprimento dos calções depende do gosto, mas também do ambiente, no caso de um ambiente de lazer pode optar por calções mais curtos, em caso de ambiente menos descontraído pode optar por uns calções à altura do joelho. Com saia Uma opção menos provável, mas bastante original. Uma opção de visual para escritório com um toque actual. Com vestido Este visual é bastante versátil, podendo ser usado num ambiente mais descontraído, mas também…

ler mais

Amarelo, cor do Verão 2017, como combinar?

1000 809 TEXTILOBO

Uma das cores tendência para este verão 2017 é o amarelo. Sendo o amarelo uma cor forte, por vezes surgem dúvidas de como combinar ou usar esta cor. Por esse motivo esta semana daremos algumas dicas de como coordenar esta cor. Ao combinar o amarelo com outra cor, convém lembrar que ao conjugar com tons mais fortes ou escuros, o amarelo se torna mais vivo. Por exemplo, conjugar amarelo com preto, castanho-escuro, azul-escuro. Ao conjugar com tons menos fortes, o amarelo torna-se, visualmente, mais suave. Por exemplo, se conjugado com bege, cinzento ou branco. Opções de conjugação: Uma das opções é combinar também com uma cor forte, para as mais audazes, por exemplo conjugar com roxo, verde-escuro. Outra opção é combinar com tons menos fortes, como o bege, rosa-claro, azul-claro, cinzento. Esta opção irá permitir equilibrar o visual. Sugestões de visuais Dica extra: Sendo o amarelo uma cor mais viva, esta tem tendência a visualmente…

ler mais

Miúdos brincam com o luxo

1603 1136 TEXTILOBO

De acordo com o Euromonitor, as vendas globais de moda de autor para criança alcançaram os 5,3 mil milhões de euros em 2016. Estes números chegam depois de, nos últimos anos, marcas de luxo como a Balmain e a Karl Lagerfeld terem reconhecido o potencial do mercado e começado a desenvolver propostas “Mini-Me”. Atualmente, os pais que prestam particular atenção ao guarda-roupa dos mais pequenos estão à procura de childrenswear que se alinhe com a sua estética e valores, segundo o WGSN. Por isso, de acordo com os analistas, o ano de 2016 assistiu à procura desenfreada dos progenitores por lojas pequenas, independentes e locais que promovessem um “tudo em um” na categoria. O retalho respondeu com espaços e plataformas digitais multimarca, lojas pop-up e showrooms apostados em marcas de luxo e investidos em experiências para que também os petizes se sintam bem-recebidos. Personalização é a chave A plataforma multimarca Kidly, por exemplo, propõe uma…

ler mais

Moda sustentável mostra-se em Berlim com seis marcas portuguesas

1024 576 TEXTILOBO

O estilo de vida sustentável é uma tendência internacional e é a matriz da Ethical Fashion Show, feira que irá decorrer entre 4 e 6 de Julho, na capital alemã, durante a próxima Semana da Moda de Berlim. O certame conta com a participação de seis marcas portuguesas: Elementum by Daniela Pais, Mazurca Handmade, NAE Vegan, Ten Points, Toino Abel (por confirmar) e Ultrashoes. De referir que tanto a Ultrashoes (da empresa Lucília Vieira & Lima) como a NAE Vegan têm vindo a participar nesta feira há várias edições com claro sucesso. “Esta é a única feira B-2-B exclusivamente dedicada à moda ética e sustentável em que as empresas têm de cumprir rigorosos critérios de sustentabilidade para poderem participar”, diz Cristina da Motta, representação oficial da Messe Frankfurt Exhibition GmbH para Portugal, que organiza o certame. Ou seja, diz Cristina da Motta, “empresas viradas para o consumidor final ou que apresentem apenas certificados comuns, mesmo que ecológicos,…

ler mais

Nova exposição da Google permite navegar na história da moda

905 526 TEXTILOBO

A mega exposição “We wear culture”, feita pela Google em parceria com mais de 180 museus, escolas e instituições de moda de 42 países, leva quem quiser numa autêntica viagem no tempo. Histórias por detrás de peças simbólicas, vídeos explicativos e colecções de designers famosos são só algumas das coisas que podem ser encontradas nesta nova plataforma. A Google descreve este novo espaço virtual como uma exposição com exposições dentro, onde se podem consultar “três milénios de moda na ponta dos dedos”. De forma a organizar os materiais recolhidos, a gigante da informática trabalhou com curadores de forma a criar mais de 450 exposições, consoante os diferentes temas. Assim, podem-se consultar arquivos tão diversos como a história do streetstyle japonês, passando pelas roupas usadas pela corte de Versailles ou os diferentes usos da pele animal no vestuário – esta última, por exemplo, é feita em colaboração com o Museu Nacional do Traje, que disponibilizou também…

ler mais

As cinco peças essenciais para esta temporada

1024 529 TEXTILOBO

Os bordados vieram para ficar, os ténis brancos também. E ninguém duvida de que as roupas em tons de vermelho-vivo, cor-de-rosa suave ou azul-bebé já começaram a fazer furor. Mas não só.  A fashionista Rachel Zoe, em declarações ao Huffington Post, elencou cinco peças que não podem faltar no vestuário feminino para esta temporada. Les voilà: 1. Blusa com ombros assimétricos ou descobertos; 2. Saia-lápis; 3. Malas XS; 4. Sandálias compensadas; 5.  Padrões quadrados. in Jornal T

ler mais

ModaPortugal em três frentes

530 750 TEXTILOBO

Cinquenta marcas e empresas de vestuário, calçado, joalharia e acessórios estarão envolvidas, na próxima semana, em iniciativas do CENIT – no âmbito da estratégia ModaPortugal – que em Londres, Florença e Paris vão mostrar a criatividade e o know-how com selo português. A primeira escala será no dia 21 de junho, em Londres, seguindo-se Florença, de 22 a 24 de junho, e Paris, nos dias 23 e 24 do mesmo mês. O périplo, que no total agrega a presença de 50 marcas e empresas, faz parte da estratégia ModaPortugal, delineada pelo CENIT – Centro de Inteligência Têxtil e apoiada pelo Portugal 2020, onde se incluem diversas ações de promoção na área da internacionalização, imagem e comunicação. «São três ações muito importantes que acontecem na mesma semana, mas que são completamente distintas entre si», explica Manuel Lopes Teixeira, CEO do CENIT, sublinhando, contudo, que têm pontos em comum. «Cada uma delas justifica-se por si própria, quer…

ler mais

Têxtil ao fresco

1400 702 TEXTILOBO

Investigadores da Universidade de Stanford desenvolveram um têxtil à base de plástico que permite arrefecer e manter frescas as pessoas que vivem em climas quentes. Os cientistas combinaram nanotecnologia, fotónica e química para desenvolver o material. «Se for possível arrefecer a pessoa em vez do edifício em que trabalha ou vive, isso irá poupar energia», explica Yi Cui, professor associado de ciência e engenharia dos materiais e de ciência da luz em Stanford. Tal como o algodão, o novo têxtil permite que a transpiração se evapore através do material, mas o novo desenvolvimento possibilita ainda a libertação de calor que o corpo emite como radiação de infravermelhos. Esta última é uma propriedade do polietileno – o plástico usado como filme de cozinha. «40% a 60% do calor do corpo é dissipado como radiação infravermelha quando estamos sentados no escritório», afirma Shanhui Fan, professor de engenharia elétrica. «Mas, até agora, tem havido pouca ou nenhuma pesquisa…

ler mais
EnglishFrançaisDeutschPortuguêsEspañol