TEXTILOBO

the textile company

Quais são as questões ligadas á moda mais procuradas no google?

960 576 TEXTILOBO

A revista Marie Claire britânica fez uma compilação das perguntas relacionadas com moda mais procuradas no Google, o ano passado. O resultado demonstra que, acima de tudo, os internautas estão preocupados em resolver os problemas do dia-a-dia – principalmente como remover determinadas nódoas da roupa. Ao contrário do que se esperava, não são as modas que ocupam os primeiros lugares das coisas mais pesquisadas no Google. Soluções, o “do it yourself” (faça você mesmo) e outras dicas práticas estão no top 10. Eis a lista completa dos problemas de moda (ou, na sua maioria, de lavandaria) que a revista compilou: Como tirar tinta das roupas; Como fazer o nó da gravata; Como passar a ferro artigos de seda; Como utilizar uma agulha; Como encolher roupas; Como tirar batom das roupas; Como alargar uma t-shirt; Como tirar pastilha elástica das calças de ganga; Como limpar sapatilhas brancas; Como tirar cera das roupas. in Jornal T

ler mais

ICNF2017 – 3rd International Conference on Natural Fibers

620 200 TEXTILOBO

  Fibras naturais esmiuçadas na Universidade do Minho A Fibrenamics da Universidade do Minho vai organizar a ICNF2017 – 3rd International Conference on Natural Fibers, de 21 a 23 junho de 2017, em Braga. (www.icnf2017.com) Trata-se de um evento de referência internacional no domínio das fibras naturais, considerando as suas aplicações em diversas áreas, incluindo, e sobretudo, a têxtil e vestuário. Neste momento, estão já registados mais de 200 participantes de 40 países diferentes, sendo que o programa se encontra já igualmente disponível. As duas edições anteriores desta bienal decorreram em Guimarães (2013), na qual participaram 250 pessoas representando 40 países, e nos Açores (2015) com 285 participantes oriundos de 44 países. A expectativa agora para Braga é que o número de participações chegue aos 300 representando 45 países. O número de apresentações de trabalhos também tem crescido de conferência para conferência: começou com 150 em Guimarães, passou para 249 no Açores e a expectativa…

ler mais

Visitantes portugueses no pódio da Texprocess

800 533 TEXTILOBO

Se excluirmos os alemães, que jogavam em casa, Portugal partilhou com a Itália e a Roménia o pódio de visitantes profissionais que estiveram na Texprocess que se realizou na 2º semana de maio, em Frankfurt. Atendendo a que se trata de um feira de equipamentos e maquinaria para confecções, a elevada presença de compradores nacionais é um sinal bom e virtuoso, pois é revelador da intenção dos visitantes se manterem ao par do que mais avançado se faz no mundo no domínio tecnológico. in Jornal T

ler mais

Green Textiles Club: seminário final

962 480 TEXTILOBO

A ATP vai organizar no próximo dia 31 de maio, pelas 16h00, no CITEVE, o seminário final do projeto Green Textiles Club. Para além da realização do balanço do projeto, irá ser feita a apresentação do Guia de Boas Práticas de Sustentabilidade e contaremos ainda com testemunhos de empresas que aderiram ao Green Textiles Club. PROGRAMA:   16h00 – Sessão de Abertura (Paulo Vaz, ATP) 16h15 – Green Textiles Club: balanço do projeto (Ana Paula Dinis, ATP) 16h30 – Boas Práticas de Sustentabilidade  – Apresentação do Guia (Assunção Mesquita, CITEVE) 17h00 – Testemunhos de empresas 17h30 – Debate 17h45 – Sessão de Encerramento (Paulo Vaz, ATP) A participação é gratuita, mas sujeita a inscrição prévia. O Projeto Green Textiles Club tem como principal objetivo a promoção da competitividade das PME do Setor Têxtil e Vestuário, através da criação de um clube de empresas sustentáveis (GREEN TEXTILES CLUB), para a troca de experiências, definição de estratégias…

ler mais

“O milagre têxtil português encanta a Europa”

185 272 TEXTILOBO

“Os milagres não são instantaneos, dão trabalho e obrigam a olhar com distanciamento, de modo a poder-se avaliar com objectividade os resultados.” Crónica de Paulo Vaz no Grupo Editorial Vida Económica Diretor Geral da ATP-Associação Têxtil e Vestuário de Portugal. in Grupo Editorial Vida Económica

ler mais

“Têxtil e calçado: redescobrir o mercado”

860 573 TEXTILOBO

Em cada um dos sete debates do “Próximo Nível”, projeto conjunto do Expresso e do Banco Popular, a Católica Lisbon School of Business & Economics fará uma análise dos principais desafios e oportunidades de cada setor. Pedimos a Pedro Celeste, professor da formação avançada para executivos da Católica, a sua opinião sobre o têxtil e calçado – passado, presente e futuro “Em 1994, a pedido do governo, o reputado especialista e professor da Harvard Business School, Michael Porter, aterrava em Portugal para se tornar protagonista de um aprofundado estudo sobre as vantagens competitivas da economia portuguesa, tendo identificado vários clusters nos quais Portugal haveria de concentrar a sua energia, inovação e marketing para se diferenciar em contextos internacionais, com especial foco nos sectores tradicionais, como o vinho, os têxteis, madeira, papel e calçado, entre outros. Foi dito na altura que nada nos tinha trazido de novo, pois o diagnóstico estava feito por muitos agentes e…

ler mais

ATP promove oficina sobre inovação e competitividade

680 510 TEXTILOBO

Inovação e competitividade é o tema da oficina que a ATP promove no próximo dia 25 de maio, a partir das dez horas da manhã, na sua sede em Famalicão. A sessão, que se realiza no âmbito do projeto Desafio da Excelência, pretende mobilizar o tecido empresarial para as questões atuais que condicionam a competitividade da oferta, a  produtividade e a criação de valor. Projeto apoiado pelo Portugal 2020, no âmbito do Programa Operacional Competitividade e Internacionalização Compete 2020, no montante de 534 mil euros, dos quais 454 mil euros são provenientes do FEDER. A participação é gratuita mas a inscrição até dia 22. O programa é o seguinte: 10h00  Sessão de abertura, Paulo Vaz (ATP) 10h15  A inovação na ITV, Eduardo Pereira (Pamésa Consultores) 10h40  Dinamizar processos de inovação para a competitividade, Emanuel Rodrigues (consultor de inovação) 11h10 Benefícios financeiros da inovação, Eduardo Pereira (Pamésa Consultores) 11h30 Debate de ideias: boas ideia na ITV…

ler mais

Lisboa recebe seminário sobre design e Moda italiana

530 750 TEXTILOBO

As reconhecidas escolas Domus Academy e NABA Milano vão estar em Portugal para falar sobre a influência do design italiano no Hotel Ritz Four Seasons num debate marcado para o dia 24 de maio. A Domus Academy –  uma das melhores escolas de design da Europa – e a NABA Milano – academia de ensino privado artístico e cultural em Itália – vão apresentar em conjunto um seminário sobre A influência do Design Italiano, em Lisboa, no próximo dia 24 de maio. O evento pretende mostrar a alunos e profissionais de Moda e design, a oferta educativa de Milão e vai explorar temas como a história do design italiano, carreiras na Moda hoje e a importância e sucesso de “Made in Italy“. O evento divide-se em dois momentos: entre as 14h e as 17:30h haverão reuniões individuais com potenciais alunos e das 18h às 20h terá lugar a apresentação. A entrada é livre mas com inscrição obrigatória. in Vogue

ler mais

Empresas do têxtil marcham em força para Londres

3456 2304 TEXTILOBO

Mais de 50 empresas portuguesas vão participar nas quatro feiras têxteis que vão decorrer no Reino Unido nos meses de Junho e Julho, batendo assim um recorde de presenças de marcas portuguesas naqueles certames. Esta presença em massa, que poderá ser alargada ainda a outras empresas, é a prova que a saída do Reino Unido (UK) da União Europeia (UE) está a espicaçar o engenho dos têxteis portugueses, que dão assim um sinal claro de não estarem preocupados com o Brexit (pelo menos ainda) e, pelo contrário, continuam a apostar naquele importante mercado para ITV portuguesa, tanto aqueles que trabalham em regime de private label, como os que dispõem de marcas próprias. Manuel Serrão, administrador executivo da Associação Selectiva Moda, salienta sobretudo três aspectos: “O número de feiras internacionais no Reino Unido tem aumentado; as empresas portuguesas têm aumentado a sua representação nessas feiras; e a procura do lado inglês não tem abrandado”. Em resumo, “independentemente…

ler mais

Consumidor pode resolver desigualdade salarial

1080 675 TEXTILOBO

Um relatório recentemente divulgado pela Copenhagen Fashion Summit revelou que, se o consumidor pagasse mais 1,35 euros por t-shirts vendidas a 25 euros, seria possível duplicar os salários daqueles que as produzem. Quando as empresas de moda equacionam um aumento nos custos de um produto, tendem a inflacionar o preço em toda a cadeia de aprovisionamento, incluindo as remarcações no retalho, o que aumentaria, por exemplo, o preço dessas mesmas t-shirts em 6,75 euros. No entanto, o relatório mostra que é possível cobrar ao consumidor um valor acrescido de 1,35 euros, que seriam repassados ao trabalhador na sua totalidade. «Esse modelo exige um pensamento verdadeiramente inovador e o fim das práticas de negócios em vigor há décadas», refere o relatório. in Portugal Textil

ler mais
EnglishFrançaisDeutschPortuguêsEspañol